SOBRE O EVENTO

BOAS VINDAS!

És linda Olinda,
Mar verde feito esmeralda,
território histórico dos Quatro Cantos.
Vento forte a soprar as ondas que se quebram na praia. (Gleidson Melo)

Com o aroma da poesia, saudamos e, desde já, acolhemos a todos que virão do norte ao sul do Brasil para a primeira edição do Acess@Brasil.

O Acess@Brasil – Inovação e Economia Circular, Inclusão Sociodigital e Tecnologias Sociais, nasce com a missão de ser um grande espaço com o conceito "Bottom-up", da base da sociedade apontando para o conhecimento específico de diversos saberes e tecnologias sociais.

Reuniremos em torno da mesma tenda os maiores e históricos eventos de inclusão sociodigital e tecnologias sociais do Brasil.

Incentivando a convergência de saberes e práticas, experimentações entre o primeiro, segundo e terceiro setores para o fomento da inclusão sociodigital. Serão debatidos temas como o o futuro da política de inclusão sociodigital, revitalização dos pontos de inclusão sociodigital, software livre, criação dos territórios digitais, formação dos educadores sociais, tecnologias sociais, inovação e empreendedorismo digital, economia circular, cidades digitais, recondicionamento e reciclagem de eletroeletrônicos.

Além disso, o evento abordará a relação entre os conhecimentos produzidos e a sua disseminação junto aos agentes de inclusão sociodigital, trazendo temas como geração de trabalho e renda, cidadania plena, construção permanente de políticas públicas, respeito às diversidades, soberania nacional, desenvolvimento econômico e sustentável.

Esperamos contar com sua presença. Até dezembro!

Gratidão
Coordenação.

Realizar a primeira edição do Acess@Brasil, reunindo em torno da mesma tenda os maiores e históricos eventos de inclusão sociodigital, Tecnologias Sociais do Brasil.

Incentivando a convergência de saberes e práticas, e experimentações entre empresas e setores públicos e privados para o fomento da Inclusão Sociodigital.

As cidades de Olinda e Recife veem, nos últimos vinte anos, se caracterizando como um polo de referência na área de tecnologia. Com a iniciativa do Porto Digital.

  A concepção do Porto Digital é "top-down": o topo do conhecimento cria produtos digitais e interage com as TICs. A grande base da sociedade, na qual estão a maioria da pessoas de baixa renda e escolaridade, não tem acesso a esses elementos das TICs facilmente.

A proposta do Acess@Brasil tem o caráter de "bottom-up", da base da sociedade apontando para o conhecimento específico de diversos saberes e tecnologias sociais. Assim espera-se integrar a maior parte da sociedade a este "porto" tão importante do Brasil, criando para a periferia da sociedade maior acesso às TICs, maiores e melhores oportunidades de emprego, aumento da comunicação comunitária e igualdade social para a cidade de Olinda e o Brasil.

Fomentar a Inclusão Sociodigital como uma forma de garantia de direitos à população, incentivando participação social através dos meios digitais;

Refletir sobre métricas de Impacto Social e Ambiental na Inclusão Digital;

Estreitar a relação dos temas Inovação, Tecnologia, Cultura e Sustentabilidade;

Discutir e fomentar a igualdade de gênero nas áreas de tecnologia;

Disseminar experiências de como tornar sustentáveis as políticas públicas e privadas de Inclusão Digital e Inclusão Social./p>

Futuro da política de Inclusão Sociodigital;

Revitalização dos Pontos de Inclusão Sociodigital;

Cidades e Territórios Digitais;

Formação dos Agentes de Inclusão Digital;

Como as políticas públicas e privadas de Inclusão Digital podem contribuir para Economia Circular;

Inovação, Recondicionamento e Reciclagem de Eletrônicos;

Experiências na formação de jovens inovadores e replicadores como fonte de formação educacional, empreendedorismo e inclusão social - Modelo Recode.

SmartCities: empoderamento do cidadão para a criação de soluções colaborativas para problemas urbanos;

Internet das coisas e o reordenamento das cadeias de produção, distribuição e consumo;

Ampliação da banda larga;

Linguagens fáceis de programação de apps para promoção de trabalho e renda.

Modelo Sistema B, do Lab de Finanças Sociais da Força Tarefa de Finanças Sociais.

Movimento Maker: a produção ao alcance de todos.